Postagens populares

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Crônica de um Cúmplice.

É imprescindível o que o ser humano é capaz. Não consigo exprimir em palavras para explicar, admito que a mente elabora incríveis saídas em meio à situações de risco, monta, elabora, formula, planeja, articula, esses são alguns significados da única coisa que o cérebro é capaz para debriar o inimigo.
Os fatos mascarados para esconder a vergonha, incessante promessa da não culpa, embora que as provas provem ao contrário. Não dá para acreditar, mediante os fatos apontados. Imagino a cena do crime, e isso me reduz a um grau que congela todo o meu corpo. Imagino o que foi e o que mais não poderá ser camuflado nestes anos todos e os próximos que virão se assim eu permitir, tudo que havia reduziu-se a nada , tudo que ainda restava acabara naquele exato momento de descoberta. Um crime tão sujo quanto a própria crimonosa, uma pessoa de mente doentia que precisa ser tratada, e que talvez seja uma psicopata. Mas, assim permitirei, serei um criminoso, ocultarei este crime até o fim de minha vida, pelo simples fato de amá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante. Muito obrigado por comentar. Sua Visita será sempre bem-vinda

Quem sou eu

Minha foto
São José do Norte, Rio Grande do Sul, Brazil
Um universitário do curso de letras.